quarta-feira, 26 de novembro de 2014

SOB A PELE, ENTRE AS COXAS, SOB VOCÊ





Se te abro as pernas,
Se busco por você, em riste
É que as estrelas dos teus olhos fazem notar meu próprio brilho
Meus sonhos percorrem meu corpo todo
Movem meu quadril
Fazem-me salivar,
Levitar, dormente,
Vem, posa pra que eu note,
Desfila, para que eu pose,
Para que eu queime em brasa,
Para que eu sinta derreter,
sob a pele, entre as coxas, sob você,
a lascívia quase cortante...

Vera Celms
Licença Creative Commons
SOB A PELE, ENTRE AS COXAS, SOB VOCÊ de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internaciona