segunda-feira, 12 de maio de 2014

DESEJO DISTANTE





Não é fácil querer você,
É muita fantasia, sonhos demais,
Muitos despertares salivantes e pulsantes,
A imaginação transpõe a distância,
Querer te abraçar,
Precisar do teu gosto,
Deixar ao alcance do teu toque,
toda minha molhada excitação,
Querer mostrar meu prazer solitário,
Tocar seus lábios com mãos inundadas de mim...
Fazer você notar o brilho dos meus olhos,
O ofegar da minha respiração já nervosa
O cruzar das pernas, descuidadamente,
Anteverter o corpo oferecendo-te largo decote,
Esbarrar a tumidez da tua excitação, e ficar...
Lamber tua boca, já invadindo-a
Sentir teu desespero
Teu apelo aflito,
O rubor da tua pele, como a minha, afogueada...
Não é fácil querer você,
Por você, cruzaria a distância por terra, água, ar,
Levitando de tesão, sonhando, queimando,
Te querendo muito,
Só te querendo...

Vera Celms
Licença Creative Commons
DESEJO DISTANTE de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

4 comentários:

  1. Delícia de desejo... Esbarrar a tumidez da tua excitação!!!! D.E.M.A.I.S...Bjosss

    ResponderExcluir
  2. Obrigado amiga Cleia!!! melhor do que esbarrar a tumidez dessa excitação, é ficar.... permanecer... beijos de VC, volte mais, volte sempre...

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, cara Ly Sussurro!!! por percebê-lo... beijos de VC

    ResponderExcluir