domingo, 10 de novembro de 2013

ENTRE TUAS PERNAS





Tranca, entre tuas pernas,
O segredo mais valioso
Fonte de desejos e provocações
Portal de vida,
Onde nascem os arrepios mais profundos,
E os pensamentos mais irreveláveis
Tranca, entre tuas pernas,
E faz-me imaginar, a cor de teus lábios
Íntimos lábios tão escondidos,
Que se umedecem por deleite de ti
Vou imaginar, no caminho que percorro com olhos,
De querer, pelas tuas pernas acima
E abaixo,
Que trancam teu segredo,
Faça-me salivar libidinoso,
Desejoso,
Faça-me acariciar tuas pernas,
Em troca de lascívia
Faça-me fazer com que se abram
Pernas que trancam teu segredo,
Arrepiadas ao toque,
Que só pode vir do prazer
Queira-me, e eu quererei muito mais
Destrancar tuas pernas,
Para descobrir teu segredo,
Tesouro, que guardarei pra mim,
No meu segredo mais puro,
No meu querer mais profundo,
Na minha libido atiçada e molhada,
Cheia de imagens, cheia de instintos,
Atiçados, túmidos e extasiados,
Partilha comigo teu segredo...
Destranca tuas pernas,
Deixa-me conquistar o direito de te amar...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho ENTRE TUAS PERNAS de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário