segunda-feira, 28 de outubro de 2013

SALIVANDO EM MIM






Sinto seu olhar,
Escondido, na madrugada
Meu cio atiça você
Tenho a temperatura exata
A fantasia perfeita
Nada te mostro,
Deixo por conta da sua imaginação
Alça preta sobre pele alva
Só um artefato,
Só um ombro sob um lingerie,
E num instante,
Com as palavras sutilmente colocadas
Você é um lobo faminto,
Salivando em mim
Olhar curioso
Por mais um centímetro de mim
Sinto-te ofegar,
Sinto tua pulsação descompassada
Sei que me quer,
Sei o quanto me quer
Madures que fascina
Desconhecido tão distante
Fartaria meus instintos em você
Provocaria todos os seus fetiches
Posaria íntima, diante de teus olhos,
Estupefatos olhares,
Nutridos por toda a vida
Ora, seria ingênua menina,
ou, exposta ninfeta, tão distraída
Mulher, de opulentas partes
Amante de insaciável desejo e prazer
Fêmea transgressora fantasiosa
Sei que sente quem sou eu,
Sei que muito me quer, me deseja,
Sei que me vigia na madrugada
Uivando pra lua,
Em troco de amor...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho SALIVANDO EM MIM de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

PROFUSÃO HORMONAL





Desejos, deixam-na louca...
Loucamente ávida,
Loucamente lânguida,
Curiosa, libidinosa, safada,
Busca então, por amores vãos
Lépidos, passageiros, fagueiros,
Busca por olhos estranhos
Por vozes desconhecidas,
Dizendo coisas vãs...
Busca por anônimos,
Quase indigentes,
Sem nomes, endereços ou telefones,
Busca por sugestivos safados apelidos
Busca por apetites diversos,
Situações oportunas,
Fetiches, lacônicos cenários,
Imaginação, criatividade, perversão,
Frestas de cortinas espiãs,
Binóculos ocultos, câmeras anônimas,
Olhos atentos a entreabertas pernas
A sedutoras transparências,
Feminilidade em profusão de hormônios,
Mãos bobas, distraídas conveniências,
Exibe-se em detalhes, expõe-se, supõe,
Oferece-se anônima,
Protegida pelo desconhecido,
Em pleno gozo...
...  até desconectar-se...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho PROFUSÃO HORMONAL de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

TUA SEDE, MINHAS AGUAS





Vem, mata tua sede
Minhas águas te esperam,
na ânsia de afogar-te
de prazer e de desejos
na volúpia da sede
Vem, refaça-se em mim
Mato a tua sede, te alimento
e nutro tua libido com a  minha
Vem, que sou tua,
desde ontem
até,muito além de amanhã...

VERA CELMS
Licença Creative Commons
O trabalho TUA SEDE, MINHAS AGUAS de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

domingo, 6 de outubro de 2013

FETICHEIRO





Eu, mulher,
Fase madura, luminosa, da lua
Fase dourada repleta do sol
Entre os cabelos, aromas
Memórias vivas
Intenções fortes
Sonho que nunca acaba
Vontade de ficar
Deitada no colo,
Eternizada
Viver  pra sempre ,
muito além da imaginação,
Sonhos, fantasias, fetiches
Corpo roçando corpo
Mãos explorando o desejo todo
Outras mãos, outros olhares,
Entrega-me a outros desejos,
Por perto, olhando
Peito queimando enciumado,
Desejo queimando excitado
Feticheiro me quer ver seduzindo alguém
Admirador interessado, bem de perto
E eu que, sem nada entender, lanço-me
Jogo charme, jogo o cabelo, olho de lado
Pisco um olho, agito o corpo insinuado,
Atiço o outro, sem me entregar,
Feticheiro excitado, vem agora e consuma o ato !

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho FETICHEIRO de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.