segunda-feira, 8 de abril de 2013

SUAS NOITES






Quero correr nua
Pelos corredores da casa
Pelas ruas da cidade
Pelas vielas do beco
Entre as arvores do bosque
Entre todos os teus pensamentos
Quero ser o sonho recorrente
Nas madrugadas,
em que sonhos não são recomendados
Quero que adormeça ao lado dela
E acorde na madrugada,
entre minhas coxas...
Inundado de suor e de mim
ou não durma,
Insone, estarei contigo a noite toda
Instigando tuas fantasias
Provocando saudade
Fazendo que se lembre do meu gosto,
no teu abundante salivar
Quero manter tua ereção molhada
E te encontrar,
Acordado, entre minhas coxas
E então, muito depois,
Saberá, que foi comigo que adormeceu, afinal...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho SUAS NOITES de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário