domingo, 21 de abril de 2013

AS PETALAS DE UMA MULHER






Deixei cair algumas peças
Diante de você,
Soltei um lenço
Larguei um véu...
E preso ao véu, caíram
lascas de pudor
Há tempos,
Por falta de íntimos ouvidos
De abertos poros
Fui acumulando,
Como pétalas
Que, ao invés de desfolharem-se
Foram-se criando
Fui ficando fechada flor
Quando te encontrei
Pesaram-me as pétalas
Querendo desabrochar
Te mostrei com quantas pétalas
veste-se uma mulher
meu perfume, encravou
e de canela se banhou
Senti tua voz
guardar-se em meus ouvidos
E a imaginação,
Em rasantes voos a me assediar
Deleitada, agora sonho,
Até talvez,
Até tomara...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho AS PETALAS DE UMA MULHER de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário