domingo, 31 de março de 2013

ELE E ELA ATRÁS DA TELA





Podia ver naquele quarto escuro
Com a luz somente advinda da tela do computador
A cueca branca sobre a pele escura
O volume ali encerrado
Sentia em suas palavras a inquietude
A vontade de atravessar a tela
De cortar a distancia
De cruzar o espaço
De tocar o corpo dela
Era flagrante ali o desejo
Em hormônios virtuais
Não sentia o cheiro,
Não havia gosto
Ela via o pulsar dele
Ele, o tremer da carne dela
A respiração fazia-lhes subir e descer o peito
O rubor das peles que brilhavam pelo suor
Os olhos claros de pupilas dilatadas
Os olhos negros de avidez exaltada
O interesse, fazia com que ela visse
Com que ele se mostrasse
A nudez e o prazer, agora compunham o quadro,
Iluminado unicamente pela luz do computador
Ele enxergava o brilho dos olhos dela
Podiam ambos fechar os olhos
Que o sentir ainda estaria pulsando...
Pois estava lá, em todo lugar, o sentido
De todas as coisas ditas,
De todos os sonhos nascidos ali,
Planos e desejos postos em palavras
Depositados em ouvidos excitados
Só podiam transformar-se,
Em mãos cheias de amor...
Atrás de suas telas ... ele e ela...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho ELE E ELA ATRÁS DA TELA de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário