domingo, 17 de março de 2013

LOBA SALIVANTE


foto colhida na internet

Visito os mesmos lugares
Lá onde sempre te encontrei
Não frequentas nem mais os mesmos bares
Lá, a sua malicia cabia em todos os meus versos
O seu olhar por trás de todos os verbos
Ainda aquecerias as mãos
para tocar meus seios,
nas manhãs frias?
Então, não perdeu o toque
Nem a malicia
Não perdeu o olhar lascivo
Nem a doce safadeza libertina, pois
Sinto o cheiro do teu vagabundo cio
E ainda salivo quando saio a te procurar...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho LOBA SALIVANTE de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário