domingo, 20 de janeiro de 2013

TEMPERADA EM MELANINA





Penso em você
Brilham-me os olhos
Eriça-se minha pele
Meus pensamentos viajam livres
Minha curiosidade se acende
Quero sentir teu gosto
Quero o toque das suas mãos
Quero seus olhares mais sedutores
Seus fitares exploradores,
O oportunismo da minha imaginação,
nutre o seu desejo inflamado,
que voa livre, avolumado
Sua melanina tempera meu desassossego
E procuro, com a mão úmida, sem sucesso,
Cobrir a fechadura descuidada do meu cio,
Impossível recatar-me
Diante do seu pontiagudo velar
Seco os lábios
Cerro os olhos
Finjo-me dormente pra sentir teu roçar...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho TEMPERADA EM MELANINA de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário