domingo, 7 de outubro de 2012

NOVO DESFECHO




Guardei suas digitais no suor do meu corpo,
nos meus poros dilatados,
nas  minhas entranhas inchadas pela excitação
Agora, devolvo de mim,
a imagem extasiada para gravar nas suas retinas
Vem, já conheces o caminho
Já visitou minhas coxas
Não terá dificuldade seguindo o mesmo caminho
Por mais tempo que tenha passado
Nossa memória ainda guarda nosso cheiro
Prometo desta vez que partirá de onde parou
Se assim o desejar
Vem, fareja meu cio latente
Toma conta de mim
Invade, explora, viaja, transcende,
Encoxa-me tua vontade acumulada
Apalpa-me indecente  
Leva contigo o que quiser
Mas, mata a saudade
Daquelas coxas,
que não mais se acabam no lingerie...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho NOVO DESFECHO de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário