domingo, 28 de outubro de 2012

NA PONTA DA SUA ESPADA





Traga-me seu coração

Na ponta de sua espada

Após varar a noite

A madrugada

Caçando

Bruxas, monstros ou fadas

Não quero caças fantásticas

Quero o fantástico de ti

Aquilo que puder render-me

Entregue-me ou renda-se

Aos meus caprichos mais femininos

E com o coração na ponta da sua espada

Amarei você, até o fim da madrugada

Da vida, dos tempos

Amarei você até onde me quiser

Enquanto me quiser

Caçador de meus desejos

Desbravador do meu cio

Explorador do meu prazer

Estarei então capturada

Na ponta da sua espada,

Afinal entregue,

rendida, extasiada...



Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho NA PONTA DA SUA ESPADA de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário