domingo, 22 de julho de 2012

OLHE BEM

Olhe em volta
Capte todos os sinais
Olhos brilhantes, lábios úmidos,
Mãos geladas e inquietas
Saia mau comportada
Nos meus olhos verá mais sinais
Curiosidade, avidez, excitação
Olhe bem,
Encontrará caminhos secretos
Abismos sedutores
Macios montes maternais, rios caudalosos,
Que enfurecidos de prazer
Geram ondas, correntezas,
Despenhadeiros ocultos
Não menos fascinantes
Minhas mãos trarão pistas, atalhos,
Caminhos perigosos a serem explorados a mão
Respire fundo, meu cheiro estará por toda parte
Adocicado cheiro de amor
Em úmidos esconderijos 
que só a você serão revelados
Pedaços eriçados de mim a criar relevos
Baixos mas pontiagudos
Minha pele arrepiada criará defesas contra o vento
Que assoviará indicando largas planícies
Ladeadas de profundos vales
Tudo será teu, olhe bem, vasculhe, fareje...
Guie-se pelo calor do meu corpo suado
Molhado, acelerado
Coração que se abre, em duas pequenas pétalas
Deixando exposto o róseo intimo botão
Que tanto guardei pra você...

Vera Celms
FOTO COLHIDA NA INTERNET

Nenhum comentário:

Postar um comentário