domingo, 19 de fevereiro de 2012

UM SÓ DE VOCÊ

Há em você um homem
Um poeta
Um amante,
Menino, moleque,
Carente,
Há um de você em cada amanhecer
Me esperando no anoitecer
Me procurando na madrugada
Há um de você que me chama de amor
Outro que me chama de puta
Que me apanha como um brinquedo
Dentre tantos, um me dá romance
Outro me enche de volúpia
Atiça minha libido
Roça, roça até inflamar
Outro me dá o ombro
Me acolhe no colo
E se acaba no meu rosado íntimo
Hoje, eu preciso de um só de você,
Mas, tinha de ser só meu...


Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho UM SÓ DE VOCÊ de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário