domingo, 11 de dezembro de 2011

O AMOR E O DESEJO


De repente, no meio da madrugada
O desejo acorda o amor
Ofega, transpira, recorre excitado
O amor, sem muito entender
Disposto (o amor é mesmo assim)
Oferece o ouvido para um sussurro
Procura a boca molhada do desejo
Procura a excitação
Sentidos ainda confusos, ensonado
Tateia, busca,
Encosta todo o interesse avolumado
Oferece-se todo entregue
Largo, profundo, amplo
Sem reservas, sem pudores
E naquele momento,
Enroscam-se, enlaçam-se e embaraçam-se
Amor e desejo...
Loucamente
Até a saciedade...
E então adormecem
O desejo ainda em cima do amor
todo irrigado, nutrido
satisfeito e feliz...
Preparando o despertar...

Vera Celms

Licença Creative Commons
O trabalho O AMOR E O DESEJO de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

2 comentários:

  1. Maravilha essa definição entre o amor e o desejo, no despertar na madrugada.
    Mas é uma combinação perfeita - Amor e Desejo.
    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  2. O desejo em cima do amor... o desejo sempre vem, sobre o amor, ainda mais... obrigado pelo carinho... beijos de VC, Mônica

    ResponderExcluir