domingo, 23 de outubro de 2011

FETICHEIRA


Enlouqueço...
Olhando teus pés: duas nuvens a me pisotear
São como pés de anjos
São fleumas a me ignorar
Sandálias rubras, tiras e saltos finos
Meias de seda com costuras marcadas, pele bronzeada,
Pelo mesmo sol que ao seu corpo, deu pequenas marcas
Finas e sutis
Ao meu desejo, provocantes, mas hostis
Rondam, circundam, sem tocar...
Provando, arrebatando
Diverte-se com a minha inquietude
Lindos pés... unhas coloradas
Como pétalas moldadas
Feminino pesinho...
Requebrando as ancas no meu caminho
Pernas cruzadas, saias justas fendadas
Madeixas libertadas
Como pássaros, como peixes,
Como algozes, como bichos ferozes
Como feras domadas por chicotes
Como policiais, como enfermeiras em hospitais,
Como fantasias infantis e babás
Como laços de fitas a te adornar
Como rendas negras transparentes
Lycras vermelhas em minhas lentes,
a passar, observando bailarinas a dançar,
com pesinhos tão pequenos, fazendo-me arfar,
Como as suas duas pequenas nuvens a me pisotear...

Vera Celms

Licença Creative Commons
O trabalho FETICHEIRA de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário