domingo, 22 de maio de 2011

TRAVESSURA


Quero lhe fazer um convite
Primeiro feche os olhos
Vou contar até um...dois...três...
Entregue-se agora aos sonhos
Revele seus desejos
Deixe que a razão se perca
Embarque; deixe-se volitar, voar
Agora podemos ir
Além, muito além dos limites da fantasia
Quero te convidar a uma travessura,
Uma molecagem inocente,
Foge comigo, pula o muro do mundo,
Melhor se entregar...
Pois, quando voltar a realidade
Terá polidos olhar e sorriso
A alma leve e o corpo levitando
Massagearei, além de seu corpo, seu ego
Levarei você a conhecer o paraíso
E te mostrarei que felicidade,
é um lugar que existe,
e só eu saberei te contar
Transcender, fará parte da aventura
Conhecerá todas as estrelas pelo nome
Que sorrirão pra você de dentro dos seus olhos
Renda-se... vamos...
Entregue-se a um dia de total esquecimento
E te darei motivos para lembrar pela vida toda...
Sabes que falo a verdade...

Vera Celms

Licença Creative Commons
A obra TRAVESSURA de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário