domingo, 29 de maio de 2011

ACORDADO EM MIM


Acordei hoje e mais uma vez,
Com saudade de você
Impossível não pensar
Quando sobressaltada
Ainda me flagrei suspirando
Em espasmos involuntários
A pulsação ainda vibrante
Seu cheiro ainda podia sentir
O contato quente do seu corpo
Ainda estava em mim
O toque da sua mão
Deixara nos meus esconderijos
a certeza de que voltaria
Permaneci inerte
Tentei novamente adormecer
Mas inquieta não conseguia
Ardia de vontade,
Queimava de desejo
Procurava você com minha mão
Olhos fechados
Seu corpo ainda pesava sobre o meu
Sentindo você ainda tão dentro
Túmido
Extasiado, enlouquecido, forte
O gosto do seu beijo
O calor da sua boca molhada na minha
Ainda imobilizada pela força dos seus espasmos
Pelo vigor dos seus movimentos
Pelo querer estar e ficar em mim
Prendo-te com braços e pernas
Imobilizando você em mim
Na tentativa de perpetuar o momento
Levitando, flutuando, estremecendo
Enlouquecendo de prazer,
Êxtase, transcendência, demência
Molhada, morrendo de saudade
Acordei você em mim,
Mais uma vez

Vera Celms

Licença Creative Commons
A obra ACORDADO EM MIM de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário