domingo, 3 de abril de 2011

FANTASIAR

Tomo tua mão

No meio da multidão

E te faço enlouquecer

Pousando-a no meu desejo

Sutilmente

No meio de toda gente

Encosto meu corpo no seu

Sussurro no seu ouvido

Coisas que só eu quero dizer

E só você vai poder ouvir

Intrometo, neste assunto,

Uma língua afiada e bem disposta

E espero a sua resposta

Que venha rápida e pronta

Pois tenho pra você, um momento singular

Que pode ser em qualquer lugar

Te conto um monte de pequenas historias

Muito boas e satisfatórias

E deixo você escolher

O que mais te der prazer

Pode ser no percurso

No transito, no acostamento

Pode ser a qualquer momento

Quando menos esperar

Pode ser no elevador

Ou em cima de um trator

Na varanda de um prédio

Não vai nem reclamar do assedio

Vai gostar, vai adorar

Vai viajar...

Vai ao céu, mas vai querer voltar

Porque tão cedo não vai acabar

Quando pensar que está acabando

Vou estar só começando

E não vai nunca mais querer parar

Vamos então fantasiar???

Gostoso...


Vera Celms

Licença Creative Commons
A obra FANTASIAR de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

2 comentários:

  1. Olá Vera, quero te parabenizar pelos poemas.
    Seus textos são profundos, vicerais. adorei e voltarei sempre pra ler suas novas criações. Um abraço grande.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Nil, volte sim... será SEMPRE um prazer...

    ResponderExcluir