domingo, 20 de março de 2011

EXCITADOS


Despida sob as vestes sociais

Ardo em pensar

No que farei na sua proximidade

A caminho do sonho comum

Atravessei as ruas da cidade

Incógnita, anônima,

Imaginando todos pudessem ver

Sentir no calor da pele,

Nas mãos ansiosamente úmidas

Que teimam em cobrir

Por entender visível

O ponto excitado

Molhado e ardente

Chamando atenção de toda gente

Pupilas dilatadas,

Faces rubras

Lábios avermelhados e molhados

Sem nenhuma intenção

Sem nenhum pudor

Nem reservas,

Corro pra ti, buscando

Teu corpo nervoso

Ansioso, tenso, teso

Cujo calor preciso sentir

A cobrir os meus desejos

A roçar os meus instintos

A buscar os meus ensejos

Dois loucos, como nus pelas ruas

Sob as vestes sociais

Tão poucas, tão quentes,

Que mal podem esconder o que sentimos

Pois trazemos nos olhos

Como lobos esfomeados e salivantes

A busca da saciedade

Excitados...


Vera Celms

Licença Creative Commons
A obra EXCITADOS de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário