domingo, 13 de fevereiro de 2011

SONHANDO SÓ



Prometes dizer

Palavras sussurradas

Aos meus ouvidos

E levas tua boca embora

Tão longe

Teu cio, posso sentir

Teu corpo excitado, inquieto,

em sonhos me atiça,

Tuas mãos cheias de ousadia,

tens contigo,

longe, mas não menos safadas

Queria-te tão perto,

com toda essa inquietude,

com toda essa imaginação fervente,

com essa safadeza latente,

Me deves toda essa libidinagem

Tão minha,

Teimas em espiar de longe

Farejas sem tocar

Latejas sem dispor

Se é verdade que tanto quer,

Vai ter de se aproximar,

Vai ter de vir me buscar,

E me tocar,

E explorar a loba, a fêmea,

A Leoa aflorada,

E descobrir o gosto, o toque,

A maciez da pele,

O perfume da pelagem,

A temperatura,

O ponto de fervura,

Sonhar sozinho,

Com quem sonha só,

É só sonhar

Vera Celms


Licença Creative Commons
A obra SONHANDO SÓ de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário