terça-feira, 5 de outubro de 2010

MORORAL

Teu corpo é meu,

Pele, pelos, transpiração,

Toda a sua ereção,

Todos os cheiros e gostos,

O encaixe perfeito,

Mãos e coxas,

Peito e ombro,

Teu olhar no meu,

As estrelas dos teus olhos,

Nas estrelas dos meus,

A minha fantasia esperando teu solo,

Ainda mal regado,

Estéril, mas volátil,

Já fui o que hoje são lembranças suas,

Tu és a imagem difusa

Entre o sonho e o despertar,

Tu és minha vontade de amar,

De me entregar,

De estar, de ficar, de permanecer,

Entre seus braços nervosos,

Entre suas coxas inquietas,

De onde meus olhos procuram os seus...

Vera Celms

Nenhum comentário:

Postar um comentário