domingo, 17 de outubro de 2010

ACOSTAMENTO


Queria que me seguisses,

Que me adorasses,

Por oculto que fosse,

Transparente,

Oportuno ou oportunista,

Queria encontrar

O recado na calçada,

Escrito a caco de tijolo,

A carvão,

Ou a intenção,

Queria sentir o rastro do seu tesão,

No seu perfume,

Deixado pelo meu caminho

Me excitando, me excitando,

Até que eu não agüentasse mais,

E me desmanchasse no percurso,

Para você saber,

Pra você sentir,

Que é tudo seu...

E por fantasia,

Basta que pare no acostamento...

Vera Celms

Nenhum comentário:

Postar um comentário