domingo, 21 de fevereiro de 2010

LOUCA DE PRAZER



Já me vejo nos seus braços,

Longos braços que me enlaçam,

Desde tanto tempo,

Desde sempre,

Mas nunca mais, tão confessos...

Nunca tão determinados...

Desta vez eu quero,

Me aninhar no seu abraço,

E depois de muito beijar sua boca,

Me entregar voluptuosamente,

ao seu tato,

Ao seu paladar,

A sua exploração,

Quero me dar safadamente,

as suas mãos,

as suas pernas,

Ao roçar do seu corpo safado,

Muito excitado,

Muito ansioso,

Pelo tanto tempo

Pela tanta distancia

Desta vez, o mundo vai mudar de lugar,

Vai recostar no seu peito,

Forte, suado, nervoso...

E o seu estômago vai gelar,

Como o meu...

As mãos vão suar,

Mas nossos corpos vão se amar tanto,

Tanto... que como antes,

Não sei se terei pernas para sair,

Cabeça para voltar,

E peito para suportar,

O tanto que meu coração vai bater,

Forte, alto, descompassado...

Desta vez, quero me perder em você,

E me deixar em voce,

Sem resgate...

Suspirando e sorrindo,

Enlouquecida de prazer...


Vera Celms


2 comentários:

  1. Vera:
    Seu poema Seu Santuário foi publicado hoje no Duelos Literários. Muito bom!
    Agradeço muito sua participação e deixo aqui o convite para enviar textos sempre que quiser. Teremos muito prazer em postá-los lá.
    Valeu mesmo!
    Abraço, seja bem-vinda, volte sempre e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia és tens realmente a alma poetiza... beijos...

    ResponderExcluir