sábado, 15 de setembro de 2018

FINA SUTILEZA





Combinava o bico com o salto, do vermelho sapato
Vermelha era a cor, e fino o salto e o bico,
Combinavam com o formato do profundo decote costal,
Na  cor, no formato, e profundidade
iguais ao decote frontal
Silhueta longilínea, mais alongada pelo justo vestido
Vermelha era a sombrinha que levava,
de bicos alongados pelas varetas
Combinavam com a ponteira vermelha, pontiaguda  e longa
Vermelho era o esmalte
que cobria as unhas das mãos que a segurava
Meias de seda com finos fios avermelhados
Combinavam com a guia,
que prendia a coleira vermelha do cãozinho
Negro cão, negra pele da musa
Pensamentos tão leves quanto seus cabelos de finos cachos
Vermelhos brincos pontiagudos e longos
Aura aveludada de carmim,
como a boca bem desenhada e brilhante
Vermelhos eram os desejos que provocava nos mais inspirados
Como vermelhas eram as bochechas dos mais pudicos
Finas, a pele e as notas do perfume
que permaneciam no seu rastro
Finas as imagens que povoavam os sonhos mais secretos
Leve, tão leve o sono
Fina a tênue linha que separava sonho de realidade,
Desejo e verdade...

Vera Celms
Licença Creative Commons
FINA SUTILEZA de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
#poesiasensual #poesiaerótica #poesia #literaturaerótica #literatura #erótica #escrita #escritora #caldadechocolateapimentado

domingo, 15 de julho de 2018

REBENTAÇÃO NOTURNA DE PEQUENAS ONDAS





Caminharia nua ao teu encontro
pra dentro do mar noturno
Sentindo a rebentação das pequenas ondas
a beijarem e lamberem nossas pernas
A noite nos esconderia a nudez
O luar, moleque, a desvendaria
no momento em que as nuvens
fossem empurradas para o lado
por um vento curioso, leve e brincalhão
Ofereceria um abraço libidinoso ao seu desejo
Faria crescer a tua imaginação
Entre minhas pernas,
guardaria um segredo,
em estado de puro despudor

Vera Celms
Licença Creative Commons
REBENTAÇÃO NOTURNA DE PEQUENAS ONDAS de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
#poesiasensual #poesiaerótica #poesia #literaturaerótica #literatura #erótica #escrita #escritora #caldadechocolateapimentado

quarta-feira, 23 de maio de 2018

PARECE MAS NÃO É




Meu ímpeto, só parece pressa,
É vontade acumulada
que o tempo juntou
Em mim, diante de ti, tudo é desejo
Arrepio, salivação, pele em brasa,
Sentidos avolumados
Queimo em pensar
Ardo em sonhar
Derreto só de imaginar
Meu ímpeto pode parecer agressivo
É tesão aflorado, inflamado, inchado, encharcado
Toque em mim e as estrelas do meu olhar explodirão,
diante de ti, como fogos de artifício em festa de reveillon,
reverberando na batucada do meu peito...
Meu interesse pode parecer excessivo,
É impossível controlar
a efeméride que provoca em mim
Uma noite com você não é uma noite,
é um  evento,
transcendental... enlouquecendo...


Vera Celms
Licença Creative Commons
PARECE MAS NÃO É de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
#poesiasensual #poesiaerótica #poesia #literaturaerótica #literatura #erótica #escrita #escritora #caldadechocolateapimentado